Fortaleza é a capital do Estado do Ceará e é uma cidade completamente urbana.
De acordo com o último censo do IBGE (2010), o município possui 314.930 km² de área total e 2.452.185 habitantes, o que a torna a cidade com maior densidade demográfica no Brasil. Somada a esse número a população dos demais municípios componentes da Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), o total de habitantes alcança os 3.818.380, suficiente para ser considerada uma “megalópole”, com todas as vantagens e dificuldades decorrentes dessa condição.

A Lei Complementar nº 062, de 02 de fevereiro de 2009, que institui o Plano Diretor Participativo da cidade de Fortaleza, estabelece em seu art. 9° as diretrizes da Política municipal de meio ambiente, e no inciso II, cita: “ampliação, conservação, fiscalização, monitoramento, manejo e gestão democrática dos sistemas ambientais, das áreas verdes, das unidades de conservação e dos espaços públicos”. O PDPFor, ainda, orienta a criação de parques urbanos como ação estratégica no âmbito do sistema de áreas verdes do Município de Fortaleza, nos termos do art. 20, inciso XIII.

Os Parques são áreas verdes urbanas, consideradas como áreas de proteção especial, com predomínio de vegetação e de características naturais. Eles influenciam diretamente na qualidade de vida das cidades, proporcionando lazer, contato com a natureza e estimulam a prática de atividades físicas, trazendo benefícios psicológicos, sociais e fisiológicos para a população. Esses espaços verdes estão configurados no Documento de Referência para elaboração do Plano Diretor Participativo 2019-2029 dentro da Macrozona de Proteção Ambiental. Os Parques que possuem recursos hídricos dentro da sua composição foram caracterizados como Zonas de Proteção Ambiental (ZPA) – Faixa de Preservação Permanente dos Recursos Hídricos e aqueles que não possuíam receberam o zoneamento como Zona Ambiental de Desenvolvimento Sustentável.

As Lagoas da cidade prestam um importante papel na regulação dos microclimas da cidade. Em 2014 a Prefeitura Municipal de Fortaleza, em parceria com a Universidade Federal do Ceará, realizou um estudo de Caracterização Ambiental das Lagoas de Fortaleza, ação que faz parte do Programa Águas da Cidade que compõe o Fortaleza Cidade Sustentável e que buscou contribuir com informações técnicas sobre a qualidade dos recursos hídricos do município, visando sua recuperação.

Fortaleza possui 25 parques urbanos sendo 14 parques urbanos das lagoas.

 

Bosque Presidente Geisel
Parque Arquiteto Otacílio Teixeira Neto (Bisão)
Parque das Iguanas
Parque Linear Adahil Barreto
Parque Linear do Parreão
Parque Linear do Riacho Maceió
Parque Linear do Riacho Pajeú
Parque Linear Raquel de Queiroz
Parque Urbano da Liberdade (Cidade da Criança)
Parque Urbano Rio Branco
Parque Urbano do Sitio Tunga
Parque Urbano da Lagoa da Parangaba
Parque Urbano da Lagoa do Papicu
Parque Urbano da Lagoa do Porangabussu
Parque Urbano da Lagoa da Itaperaoba
Parque Urbano da Lagoa da Maraponga
Parque Urbano da Lagoa da Sapiranga
Parque Urbano da Lagoa da Viúva
Parque Urbano da Lagoa de Maria Vieira
Parque Urbano da Lagoa do Catão
Parque Urbano da Lagoa do Mondubim

Parque Urbano da Lagoa do Opaia
Parque Urbano da Lagoa Redonda
Parque Urbano do Lago Jacarey
Parque Urbano Jornalista Demócrito Dummar (Lagoa de Messejana)                                                                         

 

 


Parques Urbanos KML